Alienista - espaço cénico?














O nosso palco no Aliensta não é um espaço convencional. Toda a disposição coloca barreiras à compreenção. Há um pano. Apesar de todos estarem de frente uns para os outros, há um pano. Uma parede fisica que filtra a forma de ver. Mesmo havendo uma tv que não passa de um outro filtro de outra imagem qualquer. O espaço dá-se na forma de ser visto. O espaço é (também) elemento da mentira teatral. No alienista e em qualquer outro espéctáculo ele será mentira, porque senão seria a própria realidade ( talvez a nossa tv seja mesmo espaço real, não sei) mas nós podemos assumi-lo como mentira. Não trazemos nenhuma novidade a não ser admiti-lo. E porquê reconhecer algo que destruirá logo todo a credibilidade ficional que a acção poderia ter? Porque há mais público. Porque eles próprios estão dentro do campo cénico e não lhes passa pela cabeça negarem-se a eles próprios e "sairem" daquele espaço para verem a verdade da acção.

Sem comentários: