In Dialogo

Silêncio!!
A puta falou!
Como posso saber o ser
da puta se puta eu não sou.
A puta sabe do que sabe
O homem sabe o que não sabe!
Negativamente o homem é,
Cogita-se e vomita-se
Como que sai a massa da betoneira.
Bêbados, vamos ver se a gente se entende.
Um dia destes falaremos
Sem preconceitos, sem albardas, sem ser.
E então pereceremos!!!

Luís Barroso








Construí um labirinto em forma de círculo. Fi-lo em vidro, como se fosse um tubo de ensaio. Tinha um metro numa volta completa. a cerca de metade do percurso, verti uma tampa de água a fazer de mini-lago. Uns centímetros à frente coloquei um pouco de areia, umas dunas com vista para o lago. Estava a ficar um paraíso. Depois não sei bem porquê, resolvi espalhar um pouco de palha. E para concluir a obra deitei bastante pão e açúcar. Estava pronto, só faltava mesmo habitá-lo. Corri ao quintal e apanhei a primeira formiga que encontrei. Pu-la no seu novo mundo só dela. E observei...

Sem comentários: